terça-feira, 11 de agosto de 2009

Morreu João Trabuco

O João Trabuco partiu. Vai estar hoje a partir das 16 horas na Capela do Hospital de Santa Maria em Lisboa e será cremado amanhã, quarta-feira.

João Mendes Trabuco nasceu em Lisboa, em Abril de 1948 e residia em Póvoa Velha - Seia. Faleceu hoje, com 61 anos.

Há vários anos que se estabeleceu como empresário hoteleiro na Póvoa Velha, onde foi comprando várias casas degradadas, recuperando-as, juntamente com sua mulher, Ana Seara.

Ali construiu um complexo hoteleiro digno de realce e exemplar no quadro turistico da Serra da Estrela e em particular do concelho de Seia. Recuperando património e devolvendo-o à comunidade e à economia local.

Mas para além da faceta de empresário, ao longo da sua vida, João Trabuco foi sempre desportista de várias modalidades ligadas à água e à montanha, sendo nalgumas delas campeão nacional.

Na Serra da Estrela era uma referência.

Mesmo assim, partiu cedo e sofreu muito ultimamente com a doença que acabou por ser fatal.

João Trabuco deu também de si ao concelho de Seia, embora não sendo de cá. Quer como empresário, quer como Vice-Presidente da Federação Portuguesa de Esqui e praticante de várias modalidades de montanha.

A Câmara de Seia podia ter tido um gesto de homenagem no seu Feriado Municipal para com este homem de feitio contundente mas de coragem e dinamismo louvável nos dias de hoje. Ele rompia com conformismos. Ele sabia e fazia. Nos poucos anos que esteve entre nós no concelho, foi daqueles que deu à comunidade.

Não foi reconhecido, mas isso agora pouco importa.

Adeus João. Nem sabes como choro a tua morte, que previas e me falavas como se fosse simples partir! Como no dia em que me entras no meu gabinete de trabalho e me comunicas com frieza e espontaneidade a doença que te tinham descoberto. Um homem tão forte! Um desportista! Um mergulhador de águas profundas e mesmo assim, a fragilidade da vida a evidenciar-se!

Adeus.
João Trabuco, de pé, com o microfone, numa das provas por si organizadas na Serra da Estrela, no âmbito da Federação Portuguesa de Esqui.


Currículo desportivo
João Trabuco praticou Natação no Sport Alges e Dafundo, - C.F. Belenenses; vela, na Associação Naval de Lisboa; Mergulho no Centro Português de Actividades Subaquáticas; Caça Submarina numa equipa privada; Ski na Federação Francesa de Ski – Ecole National du Ski e Alpinisme; Escola Espanhola de Esqui; Mushing na Federação Portuguesa de Esqui e T.T. no Duna Clube 4X4.
Na modalidade de Vela, fez várias regatas nas classes de Optimiste, Vouga, 420. (1954/1960); Varias regatas em barcos de cruzeiro. (1964/1965/1966) e possuía Carta de Patrão de Alto Mar.
No Mergulho foi DIVE MASTER – PADI; Membro da Equipe Nacional - INTERNATIONAL MARINE ARCHAEOLOGICAL EXPEDITION - Açores 1972; Chefe da missão subaquática - Ilhas Selvagem - (S.E.A.) 1978.; Chefe da equipa de arqueologia subaquática - Lagos - (M.N.A.) 1982 / 83 e Monitor de mergulho – MERGULHOCEANO.
No Ski foi Professor da E.E.E.; Director Técnico da E.P.E. - Escola Portuguesa de Esqui; Professor da E.P.E. e Director da ESSE - Escola de Esqui da Serra da Estrela, (TURISTRELA, SA). Foi também Vice-Presidente da F.P.E. – Federação Portuguesa de Esqui.
No Mushing foi o Criador da modalidade em Portugal; CAMPEÂO NACIONAL; ATLETA DO ANO - eleito pela CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DO DESPORTO; participou em corridas de longa distancia: PIRENA (5 vezes) - Espanha/ Andorra /França; ANDIROD - Argentina/Chile; USHUAIA SLEED DOG RACING - TIERRA DEL FUEGO - Peq. ANTARTIDA.
No Todo o Terreno 4 X 4 registou participação nas seguintes provas: PORTALEGRE 500 (2 vezes); CLUB AVENTURA TRANSALGARVE (2 vezes) BAJA 1000 - CLUB AVENTURA, Raid´s a Africa (14 vezes) - Como organizador (DUNA CLUB 4X4) Marrocos, Argelia, Chade, Niger, Mali Deserto TENERE (2 vezes).

9 comentários:

Cagido disse...

Partiu um grande homem para o concelho de Seia e para a hotelaria.
Paz à sua alma. Que descanse em paz no reino de Deus . À família enlutada as minhas condolências.

Pinhas disse...

Tive o prazer de o conhecer.
Melhor descrição que a sua é impossível.

Mesmo com a doença, ele tinha uma força incrível.
Nem parecia doente.

Até sempre, Arq. João Trabuco.

Sónia Silvestre disse...

Antes de mais um muito obrigada em nome de todos nós, a família do João, por esta sentida homenagem.
Apesar de compreendermos a tristeza e a injustiça de a CM de Seia não lhe ter prestado homenagem, a verdade é que o João não precisa disso, ele deixou uma marca em todas as pessoas com quem se cruzou ao longo dos seus 61 longos e felizes anos. Temos recebido inúmeras mensagens de amigos e conhecidos e todas elas são unânimes em reconhecer o valor e a grandeza deste homem. Nós tivemos a sorte de ser da família dele.
Uma vez mais, muito obrigada pelas palavras e um bem-haja.

A família do João

Ricardo disse...

Amigo.... estou muito sentido com a tua ida, foste um GRANDE HOMEM. Ensinaste-me a ter uma vida cheia de aventuras, ou melhor, tudo o que fizemos juntos era uma aventura, tinha que ser assim. Obrigado por tudo. Eras como o meu 2º pai. Nunca hei-de esquecer. Um grande abraço meu e do teu neto Vicente. Desejo que gozes tanto ai onde estás, como gozas-te a vida aqui junto de todos nós. Até um dia destes.

daniel melo disse...

Peço desculpa ao Mário, por utilizar o seu blog, para prestar a minha singela homenagem, ao GRANDE HOMEM, que foi o João!
Na impossibilidade de o fazer pessoalmente e telefonicamente a sua esposa(n tenho nº), venho então por este meio, enviar as mais sentidas condolências à D. Ana e à Familia do João! Um abraço de força para todos vós nesta hora de pesar! Daniel Melo (farmácia Melo-Seia)

Daniel Melo disse...

Um forte Abraço à Familia enlutada!
Perdemos Um GRANDE HOMEM! Foi o corpo ficou mas fica a lembrança de um grande amigo, um grande Homem...

...Estejas onde estiveres, olha por nós...
João, até um destes dias!

ivone disse...

As recordações temo-las todos no nosso coração, porque ele deixou sempre como sua marca a sua personalidade que eu defeni um dia ser:
grande, enérgica e avassaladora como o mar,
forte, verdadeira, espontânea e natural como a montanha.

ivone disse...

Yvone diz,As recordações temo-las todos no nosso coração, porque ele deixou sempre como sua marca a sua personalidade que eu defeni um dia ser:
grande, enérgica e avassaladora como o mar,
forte, verdadeira, espontânea e natural como a montanha.

Agostinho 45/83 disse...

Emigrei há muitos anos, despedi-me de muitos amigos ....... houve um ... de quem nunca tive essa oportunidade, foi JOÃO TRABUCCO. Foram muitas as vezes que percorremos o caminho do Algarve e não só, para írmos mergulhar, foram muitas as vezes que me demonstrou a sua amizade. Soube só agora ..... ao fim de tantos anos ......... que perdi um bom amigo. Adeus João ("Johnny").. um dia talvez nos voltemos a encontrar .... nunca te esquecerei ........
O teu "FP" ou "Paulinho" como me chamavas .......