segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Corrupção levou muito publico ao cinema

Mais de 700 pessoas viram este fim de semana o filme "Corrupção" no Cinema de Seia.
O tema "Corrupção" e as "maroscas" de "Bimbo da Costa" despertaram o interesse do público senense que assim acorreu em massa ao Cine-Teatro.
Qualquer coincidência com várias realidades é pura coincidência...
Quanto ao filme, que o realizador João Botelho acabou por não assinar, pode dizer-se que é um bom filme, onde se destacam sobretudo as excelentes participações de Margarida Vila-Nova e Nicolau Breyner.

8 comentários:

Anónimo disse...

porque será que a corrupção causa tanto interesse silencioso?

Anónimo disse...

para vêr corrupção, basta olhar para certos organismos em seia, não é preciso ir ao cinema, e esta hem.

Anónimo disse...

para vêr corrupção, basta olhar para certos organismos em seia, não é preciso ir ao cinema, e esta hem.

Anónimo disse...

eu digo mais nós, conhecemos esses funcionários.

Anónimo disse...

parabens MJ tenho reparado no contador das visitas do seu blog e em poucos dias 3150 visitas é obra...

Anónimo disse...

Só é pena que os filmes cheguem a Seia 2 meses depois da sua estreia como foi o caso deste filme!! :(

seia.portugal disse...

Os filmes demoram 2 meses porque as distribuidoras normalmente só têm um número reduzido de cópias, por isso essas vão primeiro para os grandes centros e só depois são disponibilizadas para o resto do país. Enfim, é a forma como funcionam as coisas neste mundo cada vez mais a favor dos grandes em detrimento dos pequenos. Até na distribuição de filmes!
Em todo o caso, Seia não se pode queixar, porque é das melhores salas de cinema fora dos grandes centros em termos de afluência e actualidade de filmes.

Eduardo disse...

Seia realmente tem uma boa sala de cinema, mas só isso não chega e só isso não é desculpa para se esquecer o resto!

Uma sala que tem capacidade para 360 pessoas deveria ter um média de 600 espectadores por fim de semana, e a "olho nu" não é isso que acontece! :(

Acredito que não seja fácil ter estreias nacionais ( já houve , nem ter filmes com uma ou 2 semanas, mas aí é que está o desafio!

Caso continue este "marasmo" e esta aparente apatia, a cada fim de semana vão existir menos pessoas a ir ao cinema!!