segunda-feira, 3 de março de 2008

Questões dos leitores colocadas na Assembleia Municipal

Vários leitores colocaram algumas questões que levei à Assembleia Municipal realizada no passado dia 29 de Fevereiro.
Sobre a questão da dívida da Câmara, esta foi remetida para o mês de Abril, altura em que a Assembleia votará as Contas de Gerência de 2007.
Sobre as obras no Bairro da Fisel, o senhor Presidente disse ter tomado nota. A questão do Centro de Saúde, houve unanimidade quanto ao facto deste funcionar mal, o que se deve á falta de médicos, uma vez que a grande maioria dos médicos deste Centro fazem urgências no Hospital. A breve prazo, com a reformulação do Hospital de Seia, poderão vir a ser mobilizados médicos para as Urgências vindos dos Centros de Saúde de Gouveia ou Fornos. Entretanto o assunto está a ser tratado com vista a melhorar a situação.
A Loja Ponto Já, na parte superior da Casa da Cultura ainda não abriu porque as obras se atrasaram, mas estas estão agora a ser retomadas.
Quanto a licenciamento de obras, tudo está dentro da normalidade.

8 comentários:

Novembro Azul disse...

Ainda não tinha tido a oportunidade de o fazer. Parabéns pelo teu blog =)

Susana Cristina

Anónimo disse...

"Sobre as obras no Bairro da Fisel, o senhor Presidente disse ter tomado nota"

Vamos lá ver se não perde a nota!!!!

hehehhe!!!

José Amaral disse...

Bairro da Fisel:
Espero que a nota tomada por o Sr. Presidente, saia do papel e venha para o terreno.
O recinto que eu referi, mais parece um estaleiro desordenado.
Obrigado p´la atenção dispensada.
José Amaral

Anónimo disse...

Relativamente à saúde já deu para ver que ficamos na mesma. É caso para dizer: "Aguenta-te doente que a cura vem longe".

Antonio Fernandes Pina disse...

Na Assembleia Municipal de Seia foi falado o meu nome, a meu pedido, que agradeço, não pelas melhores razões, mas para dizerem que, salvo melhor opinião, "sem dívidas não há obra feita". Se tal facto aconteceu, lamento profundamente o chavão "obra feita".
As Autarquias de Seia não podem ser geridas como máquinas pesadas que não se conseguem remover, mas sim como Empresas de interesse público onde todos saibamos os resultados operacionais verificados.
Quero lembrar que o número 5 do Artigo 4º (princípios e regras orçamentais) da Lei das Finanças Locais é claro. Às minhas perguntas teriam que ser dadas respostas.
Quero ainda lembrar que nada tenho contra o Senhor Presidente Eduardo Brito por quem tenho grande consideração e estima.

Antonio Fernandes Pina disse...

Compreendo e aceito as preocupações do Senhor comentador anterior, e justiça lhe seja feita pelas suas qualidades humanas.
A saúde é um bem consagrado na Constituição da República Portuguesa.
A saúde como é um tema polémico deixa de haver diálogo para se dizer únicamente "houve unanimidade quanto ao facto dos Centros de Saúde funcionarem mal", e aí está resolvido o problema. Soluções poucas ou práticamente nenhumas.
Ora a Assembleia Municipal demitiu-se, desde logo, de encarar o problema dos Centros de Saúde com uma ligeireza que deixa qualquer um preocupado e desalentado.
O Senhor tem razão:"aguenta-te doente que a cura vem longe".
Eu acredito que a maioria dos Centros de Saúde do concelho não sejam tão bons como desejaríamos, todavia conheço o Centro de Saúde de Seia onde tive oportunidade de durante 15 dias o frequentar com minha mãe para fazer penso após operação, e fiquei extremamente feliz por ver uma dinâmica forte, e pessoal dos Serviços e de Enfermagem de grandes qualidades profissionais e humanas para todos aqueles que ali se deslocavam. Eu vi e outros viram a verdade do que digo.
Parabens pelo tema que trouxe à Assembleia Municipal.

Antonio Fernandes Pina disse...

O Bairro da Fisel é dos locais mais emblemáticos da cidade de Seia.
As pessoas que ali vivem são generosas, humildes e respeitadoras. Lembro-me aquando da primeira campanha para a Junta de Freguesia de Seia em 2001 pelo Partido Socialista o entusiasmo com que vieram às janelas para nos darem o seu apoio.
Hoje verifico que as pessoas se sentem frustradas, pelo que o Senhor Presidente da Câmara Eduardo Brito deve intervir no Bairro da Fisel e fazer dele "um brinco" "por Seia e para Seia".

Antonio Fernandes Pina disse...

O Bairro da Fisel é dos locais mais emblemáticos da cidade de Seia.
As pessoas que ali vivem são generosas, humildes e respeitadoras. Lembro-me aquando da primeira campanha eleitoral para a Junta de Freguesia de Seia em 2001 pelo Partido Socialista o entusiasmo com que vieram às janelas para nos darem o seu apoio.
Hoje verifico que as pessoas se sentem frustadas, pelo que o Senhor Presidente da Câmara Eduardo Brito deve intervir no Bairro da Fisel e fazer dele "um brinco" "por Seia e para Seia".